Total de visualizações de página

segunda-feira, 25 de março de 2013

Tudo à moda antiga






 Tudo à moda antiga!
Suas promessas, sua embalagem,
Seu perfume, meu olfato.
Seu jeito perturbador de me envolver,
O buquê de flores pela manhã.
A cena apaixonante!
Mas chega o instante em que me pergunto:
Vale à pena?
Flores no começo,
Minha vida do avesso o tempo inteiro,
Cueca pendurada no chuveiro,
Toalha molhada no chão.
Tudo de novo, mesma paisagem,
Tudo à moda antiga, o mesmo clichê!
Até que os peixes ornamentais
Façam moradas habituais,
No meu inexplorado bidê.

Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário