Total de visualizações de página

domingo, 3 de março de 2013

PACIÊNCIA






Pedi a Deus paciência!
A ciência que se aprende aos poucos,
No transcorrer dos tempos!
Tempo em que montanhas são firmadas,
Fontes e rios são formados
Tempo em que descubro que nos chineses não há essa paciência toda!
Tempo em que em um dia envelheço mil anos.
Tempo em que as folhas caem e nem chegou o outono,
As flores nascem, e nem é ainda primavera
Tempo de espera e paciência com a vida!
Enquanto isso passa, vou salpicando sorrisos incompreendidos,
A cada dia um pouco mais sem graça, sem encanto,
No entanto os soluços me sufocam a garganta.
Amados e amadas aqui estamos nós sós!
Seres aprendendo entre gotas de suor e lágrimas!
Por detrás dos óculos, tatuado nas retinas do passado.
Sou eu aqui ao seu lado, me refazendo sempre, amadas e amados!
Peço paciência para te amar do teu jeito , peço sim!
Peço também merecer o respeito,
Que espero que tenhas por mim!

Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário