Total de visualizações de página

domingo, 3 de março de 2013

LENE




Penso em você e me calo sempre.
Você é assim,
Gente que não se diz com palavras,
A gente sente!
Em você a zanga quase nunca se Fez presente
E se sente, cala!
Fala mansa, Jeito meigo, sorriso franco,
Agora os cabelos brancos emolduram seu rosto e contam histórias.
Tem as marcas da vida desenhadas no rosto, nas mãos,
Hoje não somos mais crianças,
Mas há lembranças que se escondem na mente e no coração.
No fundo desse olhar cansado, vejo a menina prudente!
Penso e falo nas letras, como quem não diz,
Essas palavras que atropelam minha mente,
Como frases de uma guria louca, num dia feliz!
São palavras de amor e gratidão, palavras de carinho!
Porque você é assim...
Gotas de ternura, amor respirável,
Você é assim...decididamente... Inexplicável!


Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário