Bata na porta






Bata antes de entrar!
Espere ser convidado!
Não estou aberto ou disponível sempre!
Não mais! Nunca mais!
Não vale à pena!
Dê-me um tempo!
Deixe eu pensar se quero;
Ver, ouvir,comer, discutir...
Por isso, bata antes de entrar,
E espere resposta!
Não mais me importo se gostas ou não!
Deve ser o cansaço que sinto!
Cansaço de tudo!
Uma vontade enorme de me dar valor!
Pense o pior, pense o melhor,
Não me importa!
O que há em mim, só eu sei!
E sei que não quero mais abusos,
Invasões de limites, censuras, inquisições!
Deboche de alguém,
Que pode ser tão mal, quando tenta impor o bem!
Até me enjoa, e vomito!
Vomito o bem, que achas que é só teu,
O mal que talvez seja só meu, mas só a mim importa!
Então por favor, bata na porta, mesmo ela estando aberta.
Cansei dessa enorme intimidade,
Cansei dessas tuas bobas verdades!
Quando vieres, bata na porta
Chega dessa amizade,
Agora é tarde, bata na porta!
Porque a tola da Inês, já é morta!

Di Vieira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Benditas estradas, sinuosos caminhos

Juliana

O que somos?