O universo






Na satisfação dos olhos
O prazer das coisas.
No toque das mãos
O encontro.
O universo ao avesso,
O preço alto por excessos.
Na condição de apreciador me descubro.
Eu só, num mundo só seu!
Espantosamente encontro o tempo que perdi.
Atrevida, lança fora minhas dúvidas, inseguranças.
Sou aprendiz, menino em seus braços,
Você, minha inspiração em forma colorida,
Vida, Cristal em forma de flor
Menina dos meus olhos, minha utopia.
Meu recato, minha ousadia, 
Meu amor!


Di Vieira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Benditas estradas, sinuosos caminhos

As paredes

Luz, câmera, ação!