ALFAZEMA




Saquinhos de alfazema,
Letras bordadas no travesseiro branco,
Eu e você!
A luz do abajur,
Quem diria! 
Eu e você, pessoa mais bela desse mundo!
Um encontro, e pronto!
Eu e você, juntos!
Tudo nos foi propício desde o início,
Nesses centímetros quadrados de felicidade.
Sem reticências pra ser feliz naquele momento!
Os pensamentos estavam ausentes.
Desligados!
No ar, o cheiro de alfazema,
Naquele jardim diferente.
Barulho de pérolas falsas no ladrilho,
E essa noite cheia de brilho, não tem data!
Nesse dia de relâmpagos, não temos medo!
Agora adormeceremos em paz, eu, você e o nosso segredo
Nesse grandioso pequeno jardim.
Mergulhados na trilha sonora de um belo fim!


Di Vieira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Benditas estradas, sinuosos caminhos

As paredes

Luz, câmera, ação!