Total de visualizações de página

terça-feira, 17 de setembro de 2013

#Sou luz!




Sou luz!
Sinto a suavidade do teu olhar em mim,
E sou luz, porque sinto!
Porque vivo!
Sou dia claro, quando em mim resplandece.
Noite quando me esquece,
Entardecer, quando foges de mim!
Sinto assim como se perdesse o viço,
Quando sem compromisso, me mandas embora.
E nessa hora, sinto que é o meu fim!
Mas se mesmo distante me olhas,
Recobro os sentidos, deslembro de tudo,
Fico mudo, fico em brasa,
Volto pra casa, desdenhando a maldade,
Visto a felicidade, diante do teu cintilar,
Vivo o esplendor, antes do fim dos tempos,
A brisa, antes dos desastrosos ventos.
A paz, antes de tudo se acabar.



Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário