Total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

#Areia



Sou areia,
 Do mar.
Quente, dividida,
Repartida
Pulando as ondas, dos mares da vida.
Sou areia mareando por aí, acumulando história,
Guardando na memória todo pé descalço,
Todo tropeço,
Todo recomeço,
Todo olhar avesso,
Todo raio de sol,
Todo pingo de chuva.
Observando o tempo passar,lentamente,
O céu, o mar, o ar, a paciência.
Na maré alta, maré baixa,
Pisando rápido, andando lento,
No calcanhar, a respiração do vento.
Ganhando entendimento do que agora é,
Do que um dia foi,
Do que será amanhã.
Diante do painel em branco,
A tinta,o lápis de cor,
Esperando as imagens da vida,
E a completa condição do pintor,
Para bolar histórias coloridas,
Nas areias do Arpoador


Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário