Total de visualizações de página

terça-feira, 30 de julho de 2013

#Dandara


Mergulhei nos olhos negros de Dandara.
Dandara, feita da ilusão da gente
Gente... Ela é demais!
Achei que eram iguais os nossos sonhos,
Achei afinidades em nossos planos,
Mas só que não!
Cara de pau esse  engano,
De querer se enganar!
E tão falsa a besteira de achar,
 Que quem veio de longe,veio pra ficar!
Alguém havia dito, pra eu não me envolver demais,
Que seria bom ir com calma,nessas coisas sentimentais!
Hoje sei,que seja lá quem for,
Tinha toda razão!
Mas era tudo tão bonito, tão fofinho!
Tanta delícia, tanto carinho!
Que abaixei as armas, descansei o alerta,
E no eclipse absoluto, eu disse sim!
Ela se aventurou em mim,
Conquistou cada pedaço meu,
Fincou bandeira em cada espaço,
Que aquele corpo aqueceu.
Perturbou meu emocional, me envolveu,
Me deu o céu, 
Depois disse que não era só meu!
Fez reflexões sobre o amor universal,
Sobre o sabor total dos lances,
Sobre o desapego, a paciência,
E então, se foi!
Tudo se acabou em uma semana!
Mas entre o encanto e a carência,
Até que foi bacana a experiência, pra esse jovem imaturo,
Que agora quer ser feliz a cada dia,
Que sempre será menos um dia,
 Antes dos deliciosos dias, do futuro!


Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário