Total de visualizações de página

segunda-feira, 15 de julho de 2013

# Lembra da moça?





Lembra da moça?
Que entrou em cena,
Que falou de paz, coberta de flores,
Que caiu de amores pela fama,
Que fez na varanda a cama?

Lembra da moça?
Que beijou o sapo,
Que feriu o dedo no tear da casa,
Que saiu da festa pisando em brasas,
Que viu o relógio do pirata vesgo?

Lembra do pirata?
Do navio grande, assombrado,
Do mar revolto, turbulento,
Dos céus sem nuvens, das velas ao vento,
Da lente cara, do vulto poeirento?

Lembra da pequena burguesa,
Do navio velho, da mesa nas nuvens,
Das finas flores de prata.
Da cena de amor, tão barata,
Da loba do mar,tão pirada?

Lembra da moça em cena?
Cortando os pulsos, de nostalgia!
Tirando da prisão, um par de alegria,
Jogando fora as flores mortas,
As cortinas rubras, e o preto caixão?

Lembra da moça então?
Ela que caiu de amores pelo pirata vesgo,
Do navio assombrado, das velas ao vento
Que beijou o sapo no final da sessão
E vendeu essa história, como nova versão?
Lembra, lembra da moça então?



Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário