Total de visualizações de página

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Não se perca



O velho baú de couro,
As lembranças!
O relógio sem graça no alto da parede,
O cheiro do café confundindo-se ao perfume do seu xampu,
O cheiro do seu cabelo,
Descubra se podes, a magia desses instantes!
O conforto inesperado de estar,
Sobre o domínio do silencio,
Numa trama perfeita para dois!
Na hora perfeita para ser feliz!
Desliguei a luz da sala,
Olhei a lua pela janela,
Saboreei o inexplicável momento,
E esperei o seu toque, seu abraço,
Observei sem falar, sem dizer palavra.
Só a alegria fez festa no meu olhar,
A meia luz, a meia voz, eu confesso !
Tenho feito menos que gostaria,
Falado mais do que devia.
Mas hoje, me acolha em seus braços,
Adicione-me em sua rede,
A rede da sala que me embala, me ensina,
Sou tua menina, teu sonho de rapaz.
Não se perca de mim,
Não me deixes jamais!

Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário