Total de visualizações de página

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

VIDA CARA!



                  Ah! Essa falta de tempo esse vento na cara,
Você que não para de falar!
       A velocidade, um segundo, 
Minha cidade meu mundo,
Só não sou dono de mim.
E então? O que me faz correr assim?

E esse vento que não para,
De jogar na minha cara, a lista consumista.
É preciso ver TV pra me ver assim na pista.
É essa vida de artista!!! Vida cara!!!
Você parece que não sabe!

Ah! Essa falta de tempo pra sentar à sua mesa,
Dizer: Por favor, por gentileza!
Quero a atenção desse seu olhar!
Mas você parece que não vê,
Que eu não sou nada sem você!
Você parece que não sabe.
Não sabe, ou não vê!
Acho que não sabe!
Não!
Acho que você não vê!

  



Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário