Total de visualizações de página

sábado, 22 de setembro de 2012

ESPIANDO AS FLORES!



Violetas, dálias, rosas, perpetuas flores,
Perpetuando o espírito nômade das sementes,
Se aventurando entre os cheiros dos amores,
Fazendo festa no coração da gente.

Lírios, margaridas, azaleias, sempre vivas,
Oh miosótis!Vivas e não se esqueças de mim,
Mergulhado no azul dessa flor fantasia,
Nas alamedas da saudade que não tem fim!

Perto do sol, brancas nuvens,
Perto de ti todas as cores da primavera,
E o vulto daquela flor, que assim como eu,
Vive  solitária, debruçada na janela!

Floreias prima dedicada!
Que incansável, adolescente, formosa,
Passeia entre os lírios serenos em sua brancura,
Entre as frescuras e os espinhos das rosas.

O olho d'agua que espia as flores,
Em seus arranjos enfeitando a tela
Hoje a natureza se encheu de cores,
Cores, lilás, azul, vermelha e amarela

Tulipas, gérberas, crisântemos, narcisos,
 E sorrisos borbulhando em toda parte,
É a mão perfumada pelo toque das flores.
É a vida! São os amores! 
É a primavera, suas artes, suas cores!

Di Vieira





Nenhum comentário:

Postar um comentário