Total de visualizações de página

quinta-feira, 24 de maio de 2012

MARCAS E SINAIS




Esse meu jeito todo particular de ser
O meu ser todo particulado, aprovado por mim,
Diferente sim, mas sou eu desse jeito.
Quero respeito não solidariedade,
Quero matar a saudade das coisas boas que fiz.
Sou réu não juiz, sou humano transluzente,
Sou gente! 
Sou eu, sem você um pouco só.
Sou laço que enfeita a caixa, o presente.
Às vezes sou nó da união mais ausente,
Sou o chão, sou o céu,
Sou gente, sou humano, sou réu! 


Di Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário