Total de visualizações de página

domingo, 6 de setembro de 2015

Lágrimas nos olhos









Eu também tinha lágrimas em meus olhos.

Ninguém deu importância!

Só Deus, só Deus se importou.

Eu também tinha lágrimas em meus olhos,

E só Deus me deu a mão, me levantou,

Me pôs de pé, e disse: Vai!

A vida continua, a estrada é longa,

Segura a mão do teu irmão, ajuda!

Deixa que Eu seguro a tua!

Eu ainda tinha lágrimas em meus olhos,

Feridas na alma.

Só Deus me deu calma para não gritar,

Não enlouquecer!

Ainda tenho lágrimas nos olhos, soluço na voz,

Sem Deus, o que seria de mim, o que seria de nós?

Tenho lágrimas nos olhos, mas Deus as enxuga com doses homeopáticas 

do amor que cura.

Um dia, limpará dos meus olhos toda a lágrima, (Apocalipse 21- 1,4)

Ainda há um soluço da saudade, uma vontade de vê-los outra vez,

Me jogar tranquila num abraço sincero,

Num lugar onde não haverá mais morte, nem pranto, nem dor.

Eu ainda tenho lágrimas nos olhos,

Mas quase ninguém viu, quase ninguém notou!




Di Vieira


Nenhum comentário:

Postar um comentário